Mostra “Arte ao Cubo” na Prodomo Belo Horizonte

17 de outubro de 2014 § Deixe um comentário

A Prodomo desenvolveu a mostra “Arte ao Cubo” para o DMAIS – um grande circuito composto por dezenas de eventos que fazem a conexão da decoração e do design com diversas outras vertentes, como moda, arte e arquitetura. A primeira edição do DMAIS aconteceu na cidade de Belo Horizonte (MG) entre os dias 16 e 27 de Setembro. Veja como foi a mostra:

arte ao cubo 8

Convidamos sete jovens artistas, estudantes de artes gráficas e artes visuais, para uma intervenção no mobiliário.

arte ao cubo

A ideia foi utilizar cubos estofados (pufes) para expor criações artísticas que poderiam mostrar para as pessoas a convergência entre arte e design. Esta ação procurou valorizar a criatividade e o talento destes jovens para harmonizar com o design dos móveis da Prodomo. Os pufes estão expostos e à venda no showroom da Prodomo de Belo Horizonte.

arte ao cubo 3

A estudante e viajante de Artes Plásticas da Escola Guignard, Mônica Maria (21 anos), se inspira na imensidão interior do ser e da Terra. Trabalha num tímido projeto de estampas de blusa feitas à mão, normalmente sob encomenda. Seus desenhos foram feitos com caneta nanquim e coloridos graficamente. Título da obra: Monstro.

arte ao cubo 2

Júlia Filgueiras G. Dutra é nascida em Belo Horizonte e criada no mundo. Estudante de Design Gráfico na UEMG e apaixonada por tudo o que é visual, editorial e tipográfico. Aspira viajar para todos os lugares que conseguir e encontrar formas diversas de se aproximar cada vez mais de tudo o que a rodeia.  Sobre a obra:
Nome – Dyr
Técnica – ilustração digital
O mundo animal é fonte grande de inspiração para os seres humanos. Com traços incertos e uma cara digital, os bichos ganham vida em cores pastéis.

arte ao cubo 4
Felipe Filgueiras, ser humano de Belo Horizonte, Terra, Sistema Solar. Administra seu tempo entre os interesses em imagem, som, cultura digital e o aproveitamento de inspirações resultantes das interações contínuas entre a mente, e o ambiente em que vive. Fascinado desde sempre com a magnitude do espaço sideral e as manifestações da fusão cultural originada da globalização. Aspirante a designer gráfico, formado no ensino médio pela Escola da Serra.

Título do trabalho: Astéroide404. Exploração bidimensional de linhas e pontos para uma expansão tridimensional de padrões. 404 é um número que representa algo faltando, algo vago que esteve presente em certo período de tempo em um espaço virtual. Assim como os asteróides se fazem presentes, e desaparecem quando chegam ao seu destino.

arte ao cubo 7

Sofia Bartolomeo, estudante de design gráfico em Belo Horizonte,  criou seu próprio estilo artístico em 2009 e vem propagando-o através de pinturas em tela, em parede, colagens, ilustrações com lápis de cor e grafite. Em seus trabalhos o surrealismo se mistura com cor e sentimentos. É um mundo de sonhos retratados em forma de ilustrações com significados não determinados. O intuito é cada pessoa ter uma experiência estética diferente com as obras e interpretá-las de acordo com sua própria sensibilidade e vivência.

arte ao cubo 5
Laís Lopes, 21 anos, é uma jovem designer nascida e criada em Belo Horizonte, MG. Cursa Design Gráfico na UEMG, onde também trabalha como estagiária no Laboratório de Design Gráfico de sua faculdade. Sempre teve cabeça de designer, se enveredou por esse mundo e nele se encontrou. Encontra inspiração na frase: “If you can dream it, you can do it”.

DSC_0128
collage

Efe Godoy, jovem artista nascido em Sete Lagoas, MG, vive e trabalha em Belo Horizonte há quatro anos e desde pequeno treina assovios de passarinho orientado por seu pai. Graduando em Artes Plásticas pela Escola Guignard, trabalha em plataforma multimídia, experimentando a vivência nesse mundo em performances, instalações, pintura e desenho, trazendo para sua pesquisa a identidade do corpo/animal/natureza e a memória como busca poética.

O brunch de abertura foi servido pelo Buffet Pichitta Lanna e foi um sucesso!

 

arte ao cubo 9

Grácia Mendes, designer e diretora da Prodomo comenta o resultado positivo da participação no DMAIS: “” ARTE AO CUBO ” foi uma experiêcia muito rica para nós da Prodomo. Uma experiência de trabalho com cabeças criativas muito jovens,  competentes e comprometidas. Receber os visitantes da mostra também foi um prazer enorme. Com certeza faremos outras !”.

arte ao cubo 10

Muitas pessoas queridas, que acompanharam o crescimento da Prodomo vieram nos prestigiar. Muito obrigada!

Acesse a página da Prodomo no Facebook para ver todas as fotos do evento!

O que mais os móveis da Prodomo contam?

5 de setembro de 2014 § Deixe um comentário

Saiba um pouquinho mais sobre como a designer Grácia Mendes criou cada móvel da Prodomo:
Poltrona Zezé
Poltrona Zezé
“Meu avô não tinha uma cadeira de balanço. Não que eu me lembre. Mas a lembrança dele me leva a tempos coloridos, cheios de natureza, rios, brincadeiras. Para a memória de um avô rosado, gordinho e bem humorado só faltava uma cadeira de balanço. Não falta mais!
Coincidência ou não, quem me ajudou no desenvolvimento desta cadeira também foi um Zé. O Zé que está sempre nos bastidores da Prodomo, prototipando e ajudando…com a mesma paciência do meu avô.”
Cadeira Sabará
DSC_2599 - Sem Fundo
“Sabará foi uma solicitação para um salão de festas em Angola.
Dos traços do Sérgio Maximo, surgiu este resgate de linhas sinuosas que lembram tanto o nosso barroco. Uma mistura irreverente de elementos coloniais que fazem parte do nosso passado, resultaram em uma peça com muita personalidade. Uma colaboração para quebrar a seriedade do dia a dia e uma homenagem à mais esquecida das nossas cidades coloniais mineiras.”
Linha Ignacio
_DSC3090
“José Ignacio é um vilarejo de praia no Uruguai. Se você conhece já sabe do que eu estou falando… Fiquei impressionada com o local. Um cenário selvagem para silenciar os ânimos mais exaltados.
Esta linha é uma tentativa de chegar perto daquele clima, das madeiras desbotadas pelo sol, acinzentadas, dos elementos naturais que fazem tão bem aos sentidos. “
Banco Vita
banqueta vita Prodomo Design
“Vida em italiano, o banco Vita sugere aquela bangunça que faz da casa “o seu lugar no mundo ” A idéia é um conjunto de banquinhos no meio da sala, que podem ser desmembrados para o apoio dos pés para mais assentos, para as comidinhas… Os tecidos são as mais variadas sobras do nosso estofamento, ou durinho , na própria madeira.”
Sofá Madalena
 _DSC3067
“O Sofá Madalena surgiu como lançamento para a loja do bairro Vila Madalena, em São Paulo. Tentei achar uma proporção que combinasse com as casinhas, com o clima despojado da Vila. Não sei se consegui, mas
mantive o conforto das molas de outros tempos e o aconchego da madeira. Variações no desenho dos braços e nos módulos para cada um criar seu modelo, bem ao gosto deste bairro com gente tão criativa.”
Poltrona Mel
Mel G pés madeira tipo Bac
“Um pedido de uma cliente, me fez parar e pensar em como uma poltroninha podia ser confortável em proporções pequenas. Foram vários protótipos e algumas mudanças.

 Saiu a Mel em homenagem á mesma pessoa que no meio da vida adotou o apelido e trocou de nome. Um apelido assim tão doce que seduziu minha cliente também me seduziu ! “
Obrigada pelo tempo que passou aqui, conhecendo um pouco mais da nossa história!
Deixe seu comentário. Ficaremos muito felizes em saber suas impressões!

O que os móveis da Prodomo contam?

3 de setembro de 2014 § Deixe um comentário

Conheça um pouco mais sobre como foi a criação de cada móvel da Prodomo por meio das histórias contadas pela designer Grácia Mendes.
Sofá Hugo
Sofá Hugo
“Um sofá para compartilhar… Os mesmos módulos , graças ao encosto solto, podem transformar na necessidade do momento…sofá de canto, chaise longue, dois sofás, 4 camas… para casas de portas abertas para a família e os amigos, como a casa do meu irmão Hugo. “
Drops
_DSC3140
“Drops era aquela bala que me encantava na infância . Não era coisa de todo dia, só tinha no baleiro do cinema, no fim de semana. As cores sedutoras e a transparência …visão da felicidade.
Neste puf, o Drops da casa, uma brincadeira de formas herdada do momento mágico quando as balas se desprendiam umas das outras no momento exato do prazer !”
Poltrona Effe
site_effe_G -
“Era para aqueles momentos de puro prazer, de um bate-papo , do final do dia ou fim de semana… com esta ideia nasceu a  “effe”.
Poltrona para uma boa conversa…
Já que era para conversar, arestas foram eliminadas, a estrutura desenhada para apoiar os braços eliminando tensões, o estofamento evitando que a conversa termine rápido …o giro para as pessoas sentirem livres, no movimento e nas opiniões, a madeira temperando os ânimos …
Uma boa conversa depende de outros ingredientes, mas adoro pensar no papel ativo do mobiliário. Adoro pensar que eles influenciam o comportamento .
O nome  é uma homenagem às iniciais dos primeiros que incluíram a Effe no seu dia a dia.”
Mesa Serafina 
385572_423105844418060_114882473_n
“Escolher nomes é sempre muito difícil . Para gente e para móveis. Serafina foi daqueles momentos em que tudo coincide. O tampo leve que eu gostaria que flutuasse ganhou pés, os mais finos que eu consegui. Eu queria que ela fosse fina : -Será fina !
Na minha infância dos anos 60 , lembro da mesa amarela de fórmica da copa da minha casa onde todos almoçavam… Um ar de modernidade da mesa e aconchego da família .
Que ela possa ser colorida ou de madeira, de acordo com cada gosto, mas que possa povoar as lembranças felizes no futuro… como a mesa modernista da minha infância que a inspirou.”
Poltrona Alice
Alice Baixa
“Esta poltrona e minha filha nasceram quase juntas. A poltrona um pouco antes. Gordinha, já previa um colo generoso para acomodar mãe e filha. Ocupava um lugar importante naquele apartamento colorido. Depois ganhou mundo, em muitas casas em outras histórias em cenários de tv, e lentamente foi esquecida… 20 anos depois resolvi reeditá -la. Mas Alice já não era mais um bebê gordinho que precisava de colo… . As formas são as mesmas, mas as pernas sumiram e o corpo afinou. Surgiu versátil com um assento justo e um corpo elegante que abraçam e acomodam… Ajustada para novos tempos !”
Sofá Luiz
Sofá Luiz fundo branco
“Um sofá, na minha cabeça, é o lugar mais aconchegante de uma casa. Quase um colo. Confesso que quando olho o meu pela manhã , tenho vontade de ficar…
O Luiz é assim, cheio de almofadas, um encosto alto que protege, apóia a cabeça, separa o resto do mundo. E dá para agregar pufs estendendo os assentos, esticando as pernas, relaxando… Os pés fazem um desenho para que o sofá possa ser um infinito de módulos, do tamanho que o espaço permitir.
E o nome ? Luiz é meu irmão ! Postura arrojada com aconchego de colo…”
Gostou? Deixe seu comentário aqui. Em breve postaremos mais histórias!

Intervenção artística na Prodomo se destaca no Design Weekend 2014

21 de agosto de 2014 § 13 Comentários

“Todos têm uma história para contar… e os móveis colecionam todas elas.”.
A partir desta frase, cinco atores ( Alice Máximo, Ametonyo Silva, Camila Moro, Eduardo Yoshimura e Shaya Lambert) convidados pela Prodomo realizaram uma intervenção artística na loja da Vila Madalena para o Design Weekend de 2014. O objetivo era explorar a afetividade entre as pessoas e os móveis, levando em consideração as histórias que cada móvel carrega consigo. Centenas de pessoas participaram dessa experiência nos dias 14, 15, 16 e 17 de agosto e deixaram seus rastros colecionados pelos móveis da loja. Foi, sem dúvida, emocionante!

_DSC5173 peq

Logo na entrada, o artista plástico Sérgio Máximo construiu uma estrutura belíssima usando Lycra com um formato de túnel. A arquiteta Grácia Mendes e sua filha Paula Máximo completaram, criando uma instalação com inúmeros vasinhos de flor pendurados assim como plantas espalhadas, para trazer uma atmosfera de lembrança e sonho a quem entrasse na loja. Neste ambiente, era possível ouvir depoimentos de pessoas que tinham memórias de vida que envolviam móveis.

_DSC5247 eq

A cômoda da avó que era cheia de adesivos, o lugar do pai no sofá que era disputado pelos filhos, o armário do quarto que abrigava ursos imaginários, a cama que um dia foi usada por um grande poeta, a brincadeira com as almofadas, o bercinho, a cadeira de balanço do avô…eram algumas das lembranças resgatadas.

_DSC5384 peq

“Imagine uma casa vazia, como uma tela de pintura em branco. Aos poucos, você vai preenchendo com móveis e objetos, como preenche um quadro com cores e formas.”

_DSC5479 peq

_DSC5341 peq

Tivemos participações especiais de crianças que se encantavam com o sofá e resolviam pular também, adultos que lembravam de alguma história, compartilhavam com todos e também entravam na brincadeira.

_DSC5275 peq

_DSC5221 peq

Os artistas realizaram experimentações com os móveis a partir da dança inspirada por situações cotidianas, como a frase: “Tá na mesa!”…

_DSC5266 peq

_DSC5389 peq

Acima, a interação entre a atriz e a projeção. A poltrona Alice foi filmada em diversos locais da cidade, como uma forma de expor o contraste de seu design com aqueles ambientes.

_DSC5447 peq

_DSC5495 peq

Os sonhos e as relações entre as pessoas…

_DSC5276 peq

…as brincadeiras de criança…

_DSC5285 peq

_DSC5310 peq

…uma designer que sonha com suas criações…

_DSC5316 peq

…foram algumas das reflexões trazidas pelo evento.

Ao final da intervenção, os visitantes puderam apreciar quitutes mineiros e deixar suas memórias e experiências escritas em um livro. Ficamos muito felizes em ler tantas palavras carinhosas!

_DSC5478 peq

Agradecemos a todos que tiraram um tempinho para ter esta experiência conosco e  também aos que destacaram o evento em blogs, no instagram e na mídia, ajudando a trazer mais pessoas e fazendo esse evento ainda mais especial.

A Designer Grácia Mendes ganha destaque na revista Robb Report

7 de agosto de 2014 § Deixe um comentário

Na última edição da versão brasileira da tradicional revista americana Robb Report,
a designer e diretora da Prodomo Grácia Mendes ganhou destaque na sessão “Mulheres Robb Report”. Veja a matéria completa:
004 005

” A FAMOSA ARTISTA GRÁCIA Mendes graduou-se em engenharia civil pela Universidade Católica de Minas Gerais em 1983 e, em 1985, em Arquitetura e Urbanismo. Depois de Formada, além de projetos de arquitetura, Grácia Mendes começou a trabalhar no mundo do design. Como cenógrafa de comerciais e videoclipes, criou inúmeros produtos e logo se tornou referência no cenário mineiro. O primeiro espaço que expôs foi em 1990, a “Haus design” em Belo Horizonte, com móveis e luminárias de sua criação.

Grácia assinou produtoas como a cadeira Máximo, o Sofá Feijão, a cadeira Bet entre outros, distribuídos pela Tok Stok. Funcionais, mas divertidos, ganharam espaço na mídia como protagonistas de comerciais de TV, novelas, minisséries e várias mostras. Com o tempo, ela começou a focar o trabalho em produtos mais elaborados, acompanhando a mudança de segmento de mercado da Prodomo e todos os meios de produção de uma fábrica bem equipada, e com um acabamento artesanal de qualidade.

Focada também na responsabilidade ambiental, passou a adotar somente madeira reflorestada e desenhar produtos duráveis no conceito e na qualidade. Para Grácia, um móvel nunca está completamente pronto e pode sofrer interferências com o tempo. A poltrona Alice é um exemplo. Ressurgiu agora, após 20 anos, mais magrinha e adulta na coleção dos produtos para a Prodomo Vila Madalena, em São Paulo, incluindo uma versão “vestida” por uma estilista de moda. “Estamos sempre renovando nossa proposta, seguindo as tendências contemporâneas. Hoje, o nosso desenho favorece a participação do cliente em soluções próprias, permitindo que ele participe, cada vez mais, da criação do seu cenário”, explica a Designer.

Diretora artística desde o início, ela é responsável por todas as coleções da Prodomo. Neste momento, a pesquisa estética que adota visa interpretar as tendências contemporâneas da vida e traduzir “o jeito brasileiro de morar”. A Prodomo Design comemora mais uma conquista: a inauguração da primeira loja na capital paulista, maior mercado de decoração do País. Situada na Vila Madalena, reduto das artes e do design nacional, a loja oferece um catálogoco completo e exclusivo de produtos para toda a casa, produzidos com técnicas e acabamentos refinados. O projeto era um sonho antigo e faz parte da expansão da empresa, que começa a atender diretamente aos seus consumidores.”

Prodomo na Casa Cor São Paulo 2014

27 de maio de 2014 § Deixe um comentário

Uma bela festa para convidados neste último domingo (25 de maio) inaugurou a 28ª edição da Casa Cor São Paulo. Com 79 ambientes projetados por renomados profissionais, no tradicional espaço do Jockey Club de São Paulo, o evento reúne arquitetura, design, paisagismo, e tecnologia.
Este ano, a Prodomo teve o prazer de fazer participar com peças no ambiente Lounge Gourmet da Brastemp, projetado pelo Studio Costa Marques. Confira algumas fotos deste lindo espaço, que integra o aconchego da casa à tecnologia dos produtos da marca.

7

Os banquinhos Drops e as poltronas Mel são da Prodomo, design Grácia Mendes.

1112
As prateleiras Mix que compõem o ambiente também são da Prodomo.

108

9.1
O encontro de Alessandra Marques, Rodrigo Costa (Studio Costa Marques) e Grácia Mendes ( Prodomo) no Lounge Gourmet.

Vale a pena ver ao vivo!

PERÍODO 
27 de Maio a 20 de Julho de 2014 

LOCAL 
Jockey Club de São Paulo 
Av. Lineu de Paula Machado, 1.173 – Cid. Jardim – SP

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO 
Terça a Sábado das 12h às 21h30 
Domingos e Feriados das 12h às 20h

A Poltrona Alice cresceu

25 de março de 2014 § Deixe um comentário

Assim como uma pessoa, a Poltrona Alice foi se ajustando ao tempo.
Já foi mais gordinha, já teve pernas maiores e agora, nesta fase adulta, está linda, esbelta e elegante!
Este design vem acompanhando Grácia Mendes desde o início de sua carreira – por coincidência ou não, a poltrona leva o mesmo nome de sua filha. Esta nova forma inspirou a designer a querer “vestí-la” e a estilista Regina Misk foi solicitada para este desafio. Seu desenho, pontos, nervuras e plissados cumpriram tão bem o objetivo que encantaram Pedro Ariel da Casa Cláudia.

No texto de Regina Galvão  ” A beleza mora nas minúcias ” publicado na revista Casa Cláudia de março 2014, o design em mãos femininas ganha destaque. A Poltrona Alice aparece como resultado da delicadeza destas mãos. Confira:

Casa Cláudia Março 2014 matéria Casa Cláudia Março 2014 matéria 2

“A beleza mora nas minúcias

Formas acolhedoras, bordados e tramas inesperados, proporções delicadas. Em mãos femininas, o design privilegia a emoção à razão, brinca com a moda e sabe tirar partido da fragilidade, como provam estas páginas. Ícone dessa vertente, a espanhola Patrícia Urquiola conquistou o mundo com seus móveis macios e de traços sedutores, que despertam a curiosidade e a vontade de tocar. Por aqui, também temos nossas representantes. Mulheres que criam com percepção aguçada. “Vamos do macro ao micro com a mesma atenção”, assegura a designer Flávia Pagotti Silva. Para a arquiteta Grácia Mendes, a diferença do modo de conceber entre os sexos fica evidente quando ela pede a opinião do marido, artista plástico, nos projetos. “Ele está sempre me dizendo para aumentar o tamanho das peças”, revela. Já a designer Amélia Tarozzo lembra-se do dia em que precisou convencer o marceneiro a produzir uma de suas poltronas. “A preocupação dele era que o braço, de tão delgado, pudesse quebrar.”

Pontos, nervuras e plissados
As mineiras Grácia Mendes (de camisa), arquiteta e Regina Misk, estilista, selaram uma sólida parceria graças à poltrona Alice, criada há 22 anos pela primeira. “Pedi a Regina para vestí-la com seus tricôs de linha, como num dia de festa” diz Grácia. “Isso funcionou tão bem que o efeito é capaz de mudar toda a atmosfera do ambiente”, acredita. [...]“

O que você achou?

Onde estou?

Você está navegando atualmente a Prodomo categoria em Prodomo Design.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: